segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

MANIFESTO DE SOLIDARIEDADE À SÍRIA


A Síria está sofrendo uma série de atentados terroristas que atingem diretamente a população, cujo objetivo é desestabilizar o governo, provocar guerra civil e uma intervenção militar da OTAN. A estratégia empregada é muito semelhante a empregada na Líbia. Mas, as massas síria estão nas ruas respondendo com bastante vigor o intento imperialista.
Seguindo a tradição da esquerda internacionalista de nosso país, as Entidades brasileiras ,abaixo relacionadas, lançam um Manifesto de solidariedade à luta anti imperialista travada pelo povo sírio e em Defesa de sua Soberania, obviamente, são as entidade brasileiras que se encontram perfiladas ao lado dos anti imperialistas sírios contra a guerra, calculadamente construída pelo sionismo:

M A N I F E S T O

Manifestamos nosso enérgico repúdio aos atentados terrorista praticado contra o povo sírio, sua unidade e sua soberania, que tem causado a morte de dezenas de pessoas e muitos feridos, perpetrado por forças que querem destruir a unidade síria, impedir as reformas e favorecer o imperialismo e o sionismo no Oriente Médio.
Não temos dúvidas de que estas violentas agressões contra inocentes civis sírios são parte da estratégia imperialista/sionista que se utiliza e orienta grupos mercenários e fundamentalistas oportunistas a criar entre a população um clima de guerra psicológica e terrorista, cujo principal objetivo é levar ao sectarismo e criar enfrentamentos, incitando à guerra civil .
Nesse sentido a mídia mundial funciona como um instrumento de guerra eficaz, quando faz coro com as manipulações criadas pelas forças de segurança dos EUA e de Israel, que justificam os massacres perpetrados por seus exércitos e pela OTAN em nome da democracia e da necessidade de proteção da população nativa. Na verdade o que querem é dominar, destruir, matar e ocupar o país.
No caso da Síria, censuram as notícias sobre os ataques de grupos terroristas à população e culpam o governo de Bashar AL - Assad , invertendo os papeis: a vítima transforma-se no criminoso; o criminoso em vítima.
A Síria é o principal pilar da resistência antiimperialista e antisionista do Oriente Médio, do nacionalismo árabe e da convivência pacífica entre diversas etnias e religiões. A Síria foi o único país árabe que acolheu além dos palestinos desde 1948, mais de 1,5 milhão iraquianos que largaram para trás seu país, após a bárbara invasão estadunidense, onde foram utilizadas bombas de fragmentação, urânio empobrecido e outras armas proibidas pelas Convenções de Genebra.
Nós, brasileiros, acreditamos na força e na determinação do povo sírio, que tem respondido, nas ruas das cidades e províncias diariamente, de uma forma unitária e muito firme, as estratégias criminosas da qual têm sido vitimas. Todo nosso apoio e solidariedade internacionalista ao povo sírio e sua forte unidade nacional. Estamos lado a lado com a Siria e condenamos qualquer ingerência externa em seus assuntos.

Comitê de Solidariedade à Luta do Povo Palestino do Estado do Rio de Janeiro
Comitê Catarinense de Solidariedade ao Povo Palestino do Estado de Santa Catarina
Movimento Palestino Brasileiro pela Paz no Oriente Médio / Rio de Janeiro
MST - Movimento dos Trabalhadores Sem Terra
PCB - Partido Comunista Brasileiro
MTD – Movimento dos Trabalhadores Desempregados Brigadas Populares
CTB – Central dos Trabalhadores e trabalhadoras do Brasil
CEBRAPAZ – Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz
União da Juventude Comunista
Unidade Classista - Corrente Sindical do PCB
FEARAB – Federação de Entidades Árabes da América/RJ
Club Sírio e Libanês
União Cultural Árabe- brasileira
Sociedade Beneficente Feminina Árabe-Brasileira
Sociedade Beneficente Muçulmana Alauita
Sociedade Ortodoxa São Nicolau
Associaçao Cultural Sírio Brasileira do Paraná
Jornal Água Verde – Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário