sexta-feira, 16 de março de 2012

Conclusão da Arena: mensagem de Mario Celso Petraglia


Com muita paciência pelas dificuldades encontradas, pela velocidade menor que a necessária na atividades burocráticas, estamos trabalhando para atingir os objetivos e cumprirmos as promessas feitas!

Lamentável a forma que a imprensa e os incrédulos, por desconhecimento ou má fé, têm distorcido os fatos, as propostas e os reais riscos e compromissos assumidos pelo Furacão!

Jamais dissemos que não daríamos garantias, seríamos primários e levianos, todos sabemos que empréstimos, ainda mais contraidos a longo prazo para liquidação precisam ser garantidos realmente pelo devedor.

O que afirmamos e estamos comprovando, foi que os riscos seriam limitados a nossa participação de 1/3 do valor das obras e usaríamos somente o CT do Cajú como garantia e que não oneraríamos a Arena, apesar de ser o patrimônio beneficiado com o investimento, como de fato está acontecendo!

Todas as falácias e argumentos da adm+chuteiras para que o CAP não realizasse o sonho de concluir sua "catedral", livre e independente estão sendo objetivamente destruídos, a começar pelo principal, quando afirmavam que não havia linha de financiamento e que o BNDES não negociava com clube de futebo!

A cada dia fica mais claro e confirmado que se tivéssemos entregado "nossa alma" a OAS ficaríamos por 20 anos compartilhando nossas receitas em 50/50%, inclusive bilheteria e estaríamos como todos os demais grandes clubes, reféns dos empreiteiros que dominaram todos os estádios no Brasil, sendo ou não construídos para a Copa do Mundo de 2014.

Agradeço do fundo do coração em meu nome e em nome de toda a Direção do Clube Atlético Paranaense o voto de confiança recebido ontém quando da aprovação por unanimidade dos Conselheiros a continuidade do projeto para sermos um CAPGIGANTE!!!

Como sempre dissemos, "O tempo é o senhor da razão"!

Mario Celso Petraglia

Nenhum comentário:

Postar um comentário