quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Lernista assume coordenação da campanha de Gustavo Fruet

Ao assumir a coordenação da campanha de Gustavo Fruet (PDT) a prefeito de Curitiba, o ex-chefe de gabinete e ex-secretário de Jaime Lerner, Gerson Guelmann, coloca em cheque a filosofia petista. Guelmann é considerado porta-voz e braço direito do ex-governador Jaime Lerner, aquele que liquidou o Banestado deixando um rombo de 19 bilhões nos cofres públicos do Paraná. Tentou vender a Copel e a Sanepar. Criou alguns dos pedágios mais caros do país no Paraná. Foi condenado pelo juiz da 3.ª Vara Federal Criminal de Curitiba, Nivaldo Brunoni, a três anos e seis meses de detenção, em regime inicial aberto, e ao pagamento de 96 dias-multa, sob acusação de favorecimento indevido à concessionária de rodovias Caminhos do Paraná.
Gerson Guelmann é sionista militante, um “estranho no ninho” do PT que sempre apoiou a Causa Palestina.
Gustavo corre o risco de ser crucificado pela direita – por coligar com o PT – e pela esquerda – por entregar sua campanha a um lernista, ou ao grupo de Jaime Lerner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário