domingo, 14 de outubro de 2012

Petraglia continua sendo bombardeado por construir o melhor estádio da América Latina


Semanas atrás vereadores coxas-brancas atacaram o projeto de construção da Arena em plena Câmara Municipal de Curitiba (felizmente, alguns não foram reeleitos), impedindo a aprovação de readequação do potencial construtivo, como se a construção da Arena fosse um benefício apenas para os atleticanos, e não para Curitiba e o Paraná, que passarão a sediar competições internacionais nos esportes e na cultura. Além do que, a Arena Multiuso trará para Curitiba jogos das seleções nacionais e internacionais dos mais variados esportes.


O prefeito Luciano Ducci, sabiamente, retirou o projeto da Câmara para melhorar a redação e impedir uma derrota iminente.
O presidente Mario Celso Petraglia tem sido bombardeado pelos setores mais mesquinhos e equivocados da mídia e da política local e estadual. Uma obra majestosa e grandiosa como a Arena do Atlético será um patrimônio inestimável para as novas e futuras gerações - de atleticanos e não atleticanos. E todas as grandes obras sofrem ataques daqueles que, por não terem capacidade de construir obra de valor, se limitam a atacar aqueles que o fazem.
O novo ataque sofrido por Petraglia parte de “fogo amigo”, do advogado José Cid Campêlo Filho, vice-presidente do Conselho Deliberativo do clube. Ele acusa, através da imprensa, a contratação irregular da Kango Brasil Ltda. e da Carlos C. Arcos Ettlin Arquite(c)tura. A primeira tem como só¬¬cio Mario Celso Keinert Petraglia, filho do principal dirigente atleticano; a segunda perten¬ce a Carlos Arcos, primo do presidente atleticano.
As acusações são infundadas porque as referidas empresas não foram constituídas exclusivamente para atender a construção da Arena, mas atuam no mercado há décadas, com valores e cronogramas compatíveis com as exigências contratuais e de mercado. Portanto, não há ilícito de nenhuma ordem, por mais que os adversários queiram vislumbrar ou criar. Procurar “chifre na cabeça de cavalo” é um esporte que se julgava ultrapassado.
Atacar a construção da Arena é prestar um desserviço ao esporte e à cultura do Paraná. A Arena construída vai levar o nome de Curitiba e do Paraná a todos os rincões do planeta, e ocupará lugar de destaque na mídia nacional e internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário