quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Para entender a guerra em São Paulo, desligue a TV e não leia jornais e revistas



Um camaradinha nosso preparou uma lista de filmes ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS para quem queira conhecer e entender a guerra que se vê hoje nas ruas em São Paulo, e que prossegue, à bala, entre o chamado "crime organizado" e a chamada "banda suja da Polícia".
Nosso camaradinha trabalha sobre a hipótese explicativa segundo a qual, diz ele:
-- O que vemos hoje em São Paulo é luta entre dois bandos de bandidagem ABSOLUTAMENTE EQUIVALENTES -- de fato, os dois bandos em luta hoje são como imagem especular um do outro: de um lado, está a banda MAIS podre da Polícia (abrigada hoje dentro de governo da tucanaria paulista); de outro lado, estão alguns grupos marginais que se organizaram à imagem e semelhança da Polícia.
-- A luta que se vê nas ruas das periferias das grandes cidades, luta na qual hoje morrem bandidos e não bandidos DOS DOIS LADOS em luta, começou dias 6-7 de agosto de 2005, quando aconteceu o assalto ao Banco Central em Fortaleza, e assalto para o qual nenhuma banda podre da Polícia FOI CONVIDADA.

Ante o sucesso do assalto e para forçar a partilha do fruto daquele grande assalto, a banda MAIS podre da Polícia começou a sequestrar e matar elementos dos grupos envolvidos no assalto. Em resposta, os assaltantes tiveram de começar a resistir e revidar, porque a banda MAIS podre da Polícia passou a sequestrar, torturar e matar parentes e membros da família dos envolvidos naquele assalto.
É perda de tempo ler jornais e/ou acompanhar o 'noticiário' da chamada 'mídia' paulista, se interessar conhecer e entender esse processo.


O jornalismo que há hoje ativo no Brasil-2012 nada tem de jornalismo de investigação e é o pior jornalismo-empresa do MUNDO.
O jornalismo que há no Brasil-2012 absolutamente não tem qualidade técnica nem tem desejo político de dar conta e informar corretamente os detalhes complexíssimos dessas relações que são, todas, abissalmente complexas.
No Brasil, país das "ideias fora de lugar" e onde o jornalismo jamais foi sequer "liberal" -- e sempre foi empresa & empresários & empregados muito ativamente udenistas golpistas & fascistizantes --, segundo a hipótese sob a qual nosso camaradinha insiste em pensar,só a ficção consegue dar conta satisfatória dos fatos, nesse caso, como em muitos outros, para começar a explicá-los.

Assim sendo, para entender o que está acontecendo em SP entre Estado e Polícia, desligue a TV, não leia jornais e assista aos seguintes filmes:

Sobre corrupção na Polícia e o amancebamento entre o crime organizado e as empresas-mídia (em todo o mundo do capital e sempre)
Los Angeles, Cidade Proibida (L.A. Confidential, 1997, dir. Curtis Hanson)

Sobre o PCC
Salve Geral (2009, dir. Sergio Rezende)
Assalto ao Banco Central (2011, dir. Marcos Paulo)

Sobre o Comando Vermelho
Notícias de uma guerra particular (1999, dirs. Kátia Lund e João Moreira Salles)
Quase dois irmãos (2004, dir. Lucia Murat)
400 contra 1 (2010, dir. Caco Souza)

Autores: Coletivo Vila Vudu – São Paulo



Nenhum comentário:

Postar um comentário