sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Orlando Pessuti rebate ironias de João Arruda



O ex-governador Orlando Pessuti rebateu as palavras irônicas do sobrinho do senador Roberto Requião, deputado federal João Arruda, segundo o qual, o “leilão vai durar 30 dias, pobres deputados!” Ele ironizou, no tuíter, os ex-aliados: “Estou com pena dos deputados estaduais. Me solidarizo com as viúvas porcinas do PMDB. Aquelas que foram sem nunca ter sido”. Arruda referia-se ao convite do governador Beto Richa para que Pessuti assuma a presidência da Sanepar. Entretanto, Pessuti pediu tempo para consultar suas bases e aliados.
Rebatendo as palavras irônicas de Arruda, o ex-governador Orlando Pessuti, atual secretário geral do PMDB (em uma eleição histórica onde derrotou Requião), comentou: “o amigo deputado João Arruda precisa ser lembrado, quando fala em negociação pra lá ou pra cá, quem sempre foi vendilhão do PMDB foi o tio dele Roberto Requião. Digo isso porque em 1989 Requião não apoiou Ulisses Guimarães; porque em 1994 o Requião impediu a candidatura de Elias Abrão a prefeito de Curitiba pelo PMDB e apoiou outro partido; em 2004 impediu a candidatura de Gustavo Fruet a prefeito de Curitiba pelo PMDB e apoiou o PT. Em 2010 impediu minha candidatura a governador pelo PMDB e apoiou o PDT. Quem sempre trabalhou contra os interesses do PMDB foi sempre o Requião”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário