quarta-feira, 22 de maio de 2013

Governador em exercício reforça avanços econômicos e sociais com a Copa 2014




O governador em exercício Flávio Arns disse nesta terça-feira (21/05) que o conjunto de ações que estão sendo desenvolvidas para a Copa do Mundo 2014 no Paraná resultará em avanços econômicos e sociais. Arns e a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, participaram da reunião com os integrantes das nove câmaras temáticas, coordenadas pela Secretaria Especial para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa 2014.

“Há esforço e articulação de trabalho entre diversos setores da sociedade e de governos. A Copa do Mundo no Paraná traz investimentos e oportunidades para os paranaenses”, afirmou Flávio Arns. O Mundial vai abrir oportunidade no mercado de trabalho que deve chegar a 700 mil novos empregos, sendo 300 mil diretos e 400 mil indiretos no país.

A secretária Fernanda Richa acrescentou que a rede de proteção e a estrutura de assistência social do Estado realizam projetos para garantir a integridade dos direitos de crianças e adolescentes, como a campanha contra violência e abuso Viva a Infância. “Essas ações serão reforçadas até a Copa, quando o Paraná receberá um grande número de turistas”, afirmou Fernanda.

No encontro realizado no Palácio Iguaçu, em Curitiba, o secretário Especial para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa, Mário Celso Cunha, apresentou um relatório com o andamento das ações desenvolvidas no Estado em conjunto com os governos federal e estadual, prefeituras, Forças Armadas, corporações de segurança, e entidades.

A organização da estrutura turística (rede hoteleira, atendimento ao turista, restaurantes, serviços, comércio) e a integração de todas as áreas da segurança pública (polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária, Científica, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros) foram os pontos principais apresentados.

No Paraná são nove câmaras temáticas: Transparência; Segurança; Educação e Cultura; Estádios; Saúde; Turismo; Infraestrutura; Comercial e Tecnologia; Meio Ambiente e Sustentabilidade, que têm por finalidade articular e avaliar ações e projetos desenvolvidos por diferentes organizações em prol da preparação da Copa 2014 no Paraná.

INVESTIMENTOS – Mário Celso disse que os trabalhos das câmaras temáticas estão pautados na transparência das ações, na integração dos 399 municípios paranaenses e no que ficará para a sociedade após a realização do evento. “Estamos constituindo um caderno de legados para mostrar o que conseguimos conquistar com a realização da Copa nas diversos setores”, disse.

Cerca de 3,2 mil militares, do Exército, Marinha e Aeronáutica, e outros 2 mil policias militares trabalharam em Curitiba, durante a competição. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Roberson Luiz Bondaruk, disse que a corporação já organizou uma estrutura de comando, coordenação e controle, e que novos equipamentos, viaturas e contratação de novos policiais, realizado pelo governador Beto Richa, serão fundamentais para a eficiência do trabalho.

“Se a Copa do Mundo fosse hoje, a Polícia Militar estaria em condições de prover todas as necessidades de segurança pública, nas áreas onde acontecerão os jogos, pontos turísticos, eixos de deslocamento e centros comerciais”, destacou Bondaruk. As ações serão desenvolvidas em conjunto com as Forças Armadas, as polícias Federal, Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais.

PARANÁ - Curitiba é uma das 12 cidades-sede do mundial, onde serão realizadas quatro partidas das 64 do campeonato. O estádio Arena da Baixada está em reforma e receberá quatro jogos, com capacidade de 43 mil lugares. Serão 18 centros de treinamento. O Estado conta com 60 mil leitos, sendo 18,5 mil em Curitiba.

No Paraná, estão inscritos 4.935 mil voluntários que estarão nas principais cidades paranaenses no atendimento nos 31 destinos indutores do turismo. Já passaram por cursos de qualificação 30 mil trabalhadores. A parceria na capacitação envolve o ministério do Turismo, com Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), Fecomércio (Senac), Sebrae, Abih, Facop, Abrasel, Senasp, Sindehotéis, Senai.

Estão em andamento na capital e região metropolitana obras de infraestrutura urbana, em parceria com recursos do governo federal (PAC da Copa). O Corredor Aeroporto/Rodoferroviária, viaduto estaiado na Avenida das Torres, requalificação da Avenida Marechal Floriano Peixoto – ligação da via até o município de São José dos Pinhais; reforma e ampliação do terminal do Santa Cândida, extensão da Linha Verde Sul, reforma e ampliação da Rodoferroviária, radiais Avenida da Integração e Rua da Pedreira; Sistema Integrado de Monitoramento (SIM) – melhoria da locomoção de pessoas e do sistema de transporte público.

Também estão em obras o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais e aeroportos regionais; no Porto de Paranaguá a ampliação do cais e a construção de terminal turístico. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) investe R$ 486 milhões na melhoria dos sistemas de energia em todas as regiões do Paraná. O governo ainda adquiriu mil câmeras que serão instaladas nas principais rodovias e estradas paranaenses.

A Secretaria da Saúde colocou a disposição do evento sistemas de vigilância sanitária, controle epideomiológico - vacinas para a febra amarela tríplice viral e poliomielite - serviços de urgência (Samu), urgência hospitalar e centrais de emergência.

Estudos do Sebrae (FGV) apontam 448 atividades a serem exploradas por pequenas e médias empresas até a Copa, com a estimativa é um giro de 183 bilhões de dólares no Brasil.

Participaram da reunião, o secretário do Turismo, Jackson Pitombo; o presidente da Comec, Rui Hara; o presidente do Lactec, Omar Sabbag; o comandante geral da 5ª Região Militar e 5ª Divisão do Exército, general Luiz Felipe Kraemer Carbonell; coordenador geral da Copa pelo Exército Brasileiro, general Fernando Marques de Freitas; o coordenador dos Assuntos da Copa 2014 para a Região Sul das Forças Armadas, Major Brigadeiro do Ar, Roberto Carvalho; a prefeita em exercício de Curitiba, Mirian Gonçalves; o secretário municipal da Copa 2014, Reginaldo Cordeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário