sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Pré-candidato ao governo Pessuti conquista apoios do PMDB na Região Metropolitana e interior


Passo a passo, o ex-governador Orlando Pessuti vai construindo apoios pela sua pré-candidatura ao governo e conquistando importantes aliados na defesa da candidatura própria do PMDB no Paraná. Na noite desta terça-feira (26), na cidade de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, ele reuniu cerca de 60 correligionários locais e dos municípios de Piraquara, Quatro Barras, Campina Grande do Sul e São José dos Pinhais.
No mesmo dia, Pessuti também esteve em Bocaiúva do Sul, onde se encontrou com membros do diretório do PMDB local, de Adrianópolis e Tunas do Paraná. Além disso, o ex-governador tem viajado semanalmente ao interior, realizando reuniões e encontros para discutir essas propostas com os correligionários, ao mesmo tempo que leva orientações visando a reorganização partidária nos municípios.
“Por onde ando, tenho recebido incentivo e apoio tanto pela candidatura própria como pela indicação do meu nome para o governo”, afirmou Pessuti. Segundo ele, há um desejo quase unânime entre os membros das executivas municipais, delegados, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e todos que de alguma forma se simpatizam com o PMDB, pela candidatura própria.
“Entretanto há os que querem aliança com outros partidos e para resolver essa situação, estamos defendendo a realização de uma prévia, com ampla consulta e um amplo debate junto às bases, entre os meses de abril e maio. Precisamos ir para a convenção estadual, em junho, com essa questão resolvida”, alerta.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Delegação da Espanha terá recepção especial em Curitiba



Uma série de atividades artísticas e culturais está sendo programada para a recepção da seleção espanhola em Curitiba, quando a equipe ficará concentrada no CT do Caju, do Clube Atlético Paranaense.

A vice-cônsul da Espanha, Blanca Hernando Barco, esteve nesta quinta-feira (27) na coordenação geral da Copa do Paraná, acompanhada da diretora de produção Meire Abe, quando revelou as ações do Centro Espanhol do Paraná, que pretende recepcionar a delegação da Espanha, mas também realizar alguns eventos artísticos e culturais ampliando os laços de amizade entre Brasil e Espanha.

Durante o período da Copa do Mundo 2014 será realizado o 53º Festival Folclórico e de Etnias do Paraná no Teatro Guaíra, quando o Grupo Folclórico do Centro Espanhol do Paraná se apresentará no dia 02 de julho, uma quarta-feira. “Queremos que a comunidade espanhola não fique omissa à passagem da delegação da Espanha pelo Paraná”, afirmou Blanca.

O consulado da Espanha, junto com o Instituto Cervantes e o Centro Espanhol, estão preparando a vinda ao Paraná do Embaixador da Espanha para os próximos dias 17 e 18 de março. Ele deve visitar o CT do Caju, local de concentração da seleção, o estádio da Arena do Atlético Paranaense e as autoridades locais, incluindo uma audiência com o governador Beto Richa, marcada para o dia 18 de março.

Segundo o coordenador da Copa Mario Celso Cunha, “além de ficar concentrada em Curitiba, a seleção da Espanha joga na cidade no dia 23 de junho, às 13h00, contra a seleção da Austrália, provocando a vinda de milhares de torcedores espanhóis”, disse Cunha.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Richa reúne 80 prefeitos e libera R$ 45 milhões para 96 postos de saúde


O governador Beto Richa (PSDB) reuniu hoje 80 prefeitos no Palácio Iguaçu e assinou a liberação de R$ 45 milhões para a construção de 92 unidades de saúde, reforma de duas unidades e ampliações de outras duas. Richa ja fez o repasse de R$ 8,9 milhões referentes à primeira parcela do convênio com 93 cidades. O valor restante será repassado de acordo com o andamento das obras.

"É o compromisso do governo estadual em ofertar mais qualidade aos serviços de saúde, com estrutura e melhor atendimento básico no Paraná. Uma parceria com os municípios que busca um atendimento mais ágil e humano", disse Richa que adiantou que no segundo semestre deste ano acontecerá mais liberações de recursos para construção de outras unidades.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Ministério da Defesa visita Arena-CAP


Acompanhados pelo coordenador geral da Copa no Paraná, Mario Celso Cunha, e pelo gerente de Segurança do Clube Atlético Paranaense, Jackson Barreto, o general de Exército Jamil Megid Junior, do ministério da Defesa, juntamente com os coronéis do Exército João Batista Stevaux, assessor para Grandes Eventos, e Amilton Magalhães, do 27º Batalhão de Logística do Exército Brasileiro e responsável pela divisão antiterrorismo, estiveram nesta sexta-feira (21) visitando as obras do estádio Joaquim Américo, a Arena da Baixada.

Durante sessenta minutos os militares percorreram as novas instalações do estádio e conheceram os setores estratégicos, principalmente entrada e saída de veículos, vestiários, áreas Vip e VVip e salas de controle. “Fiquei impressionado com a estrutura do estádio. Certamente será um dos mais bonitos da Copa”, disse o general Megid.

“Estou aqui pela primeira vez e estou confirmando pessoalmente que este estádio e esta cidade não poderiam ficar fora de uma Copa do Mundo”, disse o coronel Stevaux. “O gigantismo da obra é algo que revela um futuro garantido como legado”, completou o coronel.

Conforme o coordenador Mario Celso Cunha, “os militares conversaram com os operários da obra e o que chamou a atenção foi um grupo de haitianos que revelou a alegria em estar no Brasil participando do projeto Copa 2014”.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Assessor da presidência visita coordenação da Copa


Atuando nas relações Político-Sociais, o secretário geral da Presidência da República, Geraldo Magela, esteve nesta sexta-feira (21) na coordenação geral da Copa, quando recebeu o Caderno de Legados entregue pelo coordenador geral Mario Celso Cunha.

Magela estava acompanhado de sua assessora Roseli de Moraes e o encontro serviu para atualizar as ações com respeito às conquistas na área social nesta preparação para o Mundial no Brasil. Roseli é assessora parlamentar da secretaria de Governo da Presidência.

Entre os temas em pauta, foram discutidos assuntos como Conselho Tutelar, Voluntários, incentivo às praticas esportivas, manifestações, acessibilidade, campanhas como Viva a Infância e o projeto da FIFA ‘Football for Hope’, combinando desenvolvimento social e futebol.

“Nosso objetivo é, dentro das parcerias com os governos estadual, municipal e federal, reverter a imagem negativa que algumas pessoas tem da Copa e mostrar os benefícios e legado que são conquistados com o evento”, disse o secretário Magela.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

PDT pode lançar candidato ao Governo do Paraná, de Mac Donald para Mac Donald


Karlos Kohlbach

Desde que ameaçou lançar Paulo Mac Donald Ghisi como pré-candidato ao governo, o PDT do Paraná está elaborando uma tese de defesa para explicar os processos e condenações envolvendo o ex-prefeito de Foz do Iguaçu. Um dos principais entusiastas da candidatura é o irmão, Ricardo Mac Donald, braço direito e secretário municipal de Governo do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Na defesa que será apresentada para lançar o nome de Mac Donald, o PDT vai argumentar que o ex-prefeito sofre de perseguição política, apesar das denúncias oferecidas pelo Ministério Público e decisões judiciais. Contra ele, pesam denúncias de desvio de dinheiro, improbidade administrativa, fraude em licitação e até mesmo condenação a dois anos de prisão em razão de prorrogação ilegal de contrato que firmou com empresas de transporte coletivo do município de Foz.

Na semana passada, o Tribunal de Contas reprovou as contas do ex-prefeito relativas ao exercício de 2011 por constatar irregularidades na aplicação de recursos públicos. O histórico judicial pode tornar Mac Donald inelegível antes mesmo do PDT lançar oficialmente o ex-prefeito na eleição de outubro.

Roda Viva e a cova dos leões


O submundo comandado por Daniel Dantas bem que tentou intimidar Rubens Valente, no mesmo dia da entrevista dele no Roda Viva, da TV Cultura.

Em um artigo publicado no site Brasil 247, Marcio Chaer, dono da assessoria de imprensa Bajulador Jurídico, atacou Rubens e o livro Operação Banqueiro para defender seu principal cliente, Gilmar Mendes. 

A razão é óbvia.

No livro, fica claro que Mendes trabalhou de forma decisiva para livrar a cara do banqueiro bandido Daniel Dantas, a quem concedeu dois habeas corpus em menos de 48 horas, um recorde mundial.

Além disso, Rubens demonstra de forma absoluta como o ministro, então presidente do STF, trabalhou diuturnamente para desqualificar a Operação Satiagraha e esconder os crimes de Dantas.

A presença serena e profissional de Rubens no programa, normalmente uma Roda Morta a serviço dos interesses tucanos, foi gratificante em todos os sentidos.

Como grande jornalista que é, não fugiu de nenhuma pergunta e deu uma visão clara e definitiva sobre o assunto.

Achei estranha apenas a participação da jornalista Laura Diniz, que foi apresentada por Augusto Nunes como alguém especializado “também na cobertura de assuntos judiciais”.

Eu não sei se virou uma coisa comum, mas eu nunca tinha visto um jornalista avulso no programa, alguém que não leve o crédito de ao menos pertencer a um blog jornalístico.

O fato é que, em sintonia com o apresentador Augusto Nunes, também colunista da Veja, Laura Diniz mostrou-se preocupadíssima em proteger a imagem de Dantas e puxar a entrevista para uma suposta participação – negada, todo o tempo, por Rubens Valente – do ex-presidente Lula.

Laura também se mostrou particularmente frustrada por não ter achado no livro mais histórias contra Luis Demarco, inimigo número um de Daniel Dantas e, por extensão, de seus amigos Chaer e Mendes.

Uma olhada no Google me diz que Laura Diniz foi repórter do Bajulador Jurídico e da Veja.

Em 2012, fazia parte de um time que analisava o julgamento do mensalão, no STF, ao lado de lumiares como Marco Antônio Villa e Reinaldo Azevedo.

Onde trabalha, hoje, não descobri.


Por Leandro Fortes, no blog Viomundo

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Alvaro Dias critica aumento da violência e clima insegurança pública no País



Os dados da criminalidade crescente no Brasil nos últimos anos, que culminam com o espantoso número de 50.108 casos de assassinatos no País apenas em 2012, foram citados pelo senador Alvaro Dias no Plenário, na sessão desta segunda-feira. O senador relatou informações do Anuário Estatístico do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que mostram que no ano passado os homicídios cresceram 7,6% em relação a 2011. A violência cresce de forma assustadora no País. O total de assassinatos é o maior da série histórica desde 2008, destacou o senador, que citou matéria do jornal Estado de S.Paulo, que obteve com exclusividade os números dos crimes e do sistema carcerário apresentados pelo Anuário, que ainda não foi divulgado oficialmente. Conforme revelado pelo Estadão, os Estados do Norte e Nordeste seguem liderando o ranking de homicídios no Brasil. Alagoas, com 61,8 casos por 100 mil habitantes, com Pará em segundo (44 por 100 mil), seguido por Ceará (42,5), Bahia (40,7) e Sergipe (40). Os dados do Anuário ainda revelam, segundo Alvaro Dias, que as lacunas no sistema de segurança nacional ficam evidentes ao se comparar a situação brasileira com a de outros países do mundo. Ao mesmo tempo em que encarcera demais, o Estado brasileiro não parece conseguir diminuir as taxas de criminalidade. Segundo os dados do Anuário, o Brasil tem atualmente 515.482 presos, o que o coloca em quarto lugar no ranking daqueles com maior população prisional do mundo. Fica atrás apenas dos Estados Unidos (2.239.751), da China (1.640.000) e Rússia (681.600), registrou o senador Alvaro Dias, que pediu atenção dos senadores para os seguintes dados: o Brasil ocupa o 7º lugar entre os países mais violentos do mundo. As mais de 50 mil mortes por homicídios são duas vezes mais do que a média de baixas em um ano de guerra entre Rússia e Chechênia. Os registros de crimes contra o patrimônio também são alarmantes. Em 2012, foram 566.793 casos de roubos, em que os ladrões levaram carros, atacaram bancos, cargas de caminhões, pedestres e casas. Em todo o território nacional, considerando só as ocorrências registradas nas delegacias, foram 1.574 casos de roubo por dia. Sabemos que muitas pessoas não registram nas delegacias assaltos e furtos. Esses números, portanto, não refletem a realidade. A insegurança está amplificada e disseminada por todo o território nacional, lamentou o senador Alvaro Dias, ao concluir o seu discurso.

Equipes de segurança visitam local do Fan Fest



Visando identificar todos os pontos necessários para uma perfeita ação de segurança pública, diversos órgãos do setor estiveram nesta semana na Pedreira Paulo Leminski, local escolhido para o evento Fan Fest em Curitiba durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.

Acompanhados do superintendente da Fundação Cultural de Curitiba, Igor Cordeiro; do coordenador geral da Copa do Mundo no Paraná, Mario Celso Cunha; do superintendente da secretaria municipal de Defesa Social, Osires Pontoni Klamas, e do Major Oliveira, do setor de segurança da Prefeitura, representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal fizeram uma visita técnica ao local, identificando as entradas e saídas, catracas, escadas de emergência, locais de estacionamentos das viaturas policiais, dos bombeiros e ambulâncias.

O trabalho foi coordenado pela Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para Grandes Eventos (Coesge/PR), representada pelo delegado da Polícia Federal Roberto Milaneze e Major Adilson Correia dos Santos. O engenheiro da Fundação Cultural, Jorge Castro, mostrou os mapas dos locais de riscos e demais áreas de circulação, incluindo palco e camarins.