sábado, 28 de março de 2015

Diretório do PT é atacado com coquetel molotov em São Paulo


Bomba é atirada no diretório do PT de São Paulo. Artefato estilhaçou vidros e o fogo provocado danificou a recepção, queimou cortinas, mesas, cadeiras e o teto. Presidente do PT atribui incidente a “onda de intolerância e ódio”. Esse é o segundo ataque a diretórios do partido em menos de um mês

Um diretório do PT no centro de São Paulo foi alvo de um coquetel molotov na madrugada de quinta-feira. Não havia ninguém no imóvel, localizado na Bela Vista, quando o artefato foi arremessado, quebrando os vidros e danificando a porta de entrada do prédio.
O presidente do PT na cidade, Paulo Fiorilo, atribuiu o incidente a uma “onda de intolerância e ódio contra o PT”. Foi registrado um boletim de ocorrência para que o caso seja investigados.
Os danos foram percebidos na manhã de ontem, quando um dos dirigentes do diretório chegaram ao prédio. Segundo Fiorilo, testemunhas viram quando o artefato foi atirado.
A direção do PT local informou que o fogo danificou a recepção. As chamas queimaram cortinas, mesa, cadeira e parte do teto. Documentos também foram destruídos.
No último dia 15, data dos protestos contra o governo, a sede do PT em Jundiaí também foi alvo de um coquetel molotov. Apesar do princípio de incêndio, ninguém se feriu no local.

Pragmatismo Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário