segunda-feira, 30 de março de 2015

Pessuti acusa Requião de tentar expulsá-lo do PMDB


De forma irregular, segundo o ex-governador Orlando Pessuti, o grupo do senador Roberto Requião tentará expulsá-lo nesta segunda-feira, 30, do PMDB. A irregularidade, conforme Pessuti, está na convocação da reunião da Comissão de Ética - às 14h na sede estadual do partido em Curitiba - feita pela relatora do processo disciplinar contra Pessuti, a vereadora Márcia Ferreira, de Pinhais. "Só quem pode convocar a reunião da comissão é o seu presidente, Sérgio Marchauek, e não a Márcia (Ferreira), a relatora do processo. Essa convocação é irregular, não tem cabimento, o querem é criar um fato político sem respaldo legal", disse Pessuti.

Para Pessuti, todo processo disciplinar contra ele “é um ato claro de truculência, uma agressão a todos os peemedebistas”.Pessuti rompeu com Requião desde a eleição de 2010, quando o antecessor o impediu de ser candidato ao governo, levando o PMDB a apoiar a candidatura do ex-senador Osmar Dias (PDT). Em dezembro de 2012, Pessuti se aliou aos deputados e venceu Requião na eleição do diretório estadual do partido. Em junho de 2014, Pessuti e um grupo de deputados foram afastados do comando do partido depois que o Requião venceu a convenção para disputar o governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário