quarta-feira, 4 de abril de 2012

Petistas pró-Fruet repudiam ataques de militantes contrários nas redes sociais


Nota de Repúdio
Nossa bandeira é a da unificação partidária em torno de uma aliança vitoriosa

Companheiros e companheiras petistas,
Vimos a público manifestar nossa indignação e nosso repúdio à forma destrutiva com que militantes de pensamento contrário ao nosso têm se posicionado na imprensa e por meio das redes sociais da internet para defender sua visão de organização partidária. Lamentamos o ponto em que chegou o debate interno de forças que divergem da avaliação que temos sobre a construção de uma aliança forte e competitiva em torno da candidatura do pedetista Gustavo Fruet, que nos remete à possibilidade concreta de vir a governar Curitiba e abrir espaço em nossa cidade para a promoção plena das políticas sociais do nosso governo federal, que tanto farão a diferença na qualidade de vida do povo curitibano, especialmente das camadas mais vulneráveis de nossa população.
A democracia interna que fortalece e dignifica a história de 32 anos do PT permite a divergência de opiniões, o debate construtivo e o pluralismo na concepção das estratégias e planos de ação, mas é inaceitável que se confunda essa diversidade de ideias com a autofagia ou com a manifestação de ilações e de denúncias irresponsáveis, pois isso só serve à desconstrução do próprio PT – partido dos trabalhadores e das trabalhadoras -, à agressão e desqualificação de pessoas que se dedicam há décadas ao projeto coletivo e, em última análise, só favorece às forças de direita que querem ver nossa legenda enfraquecida e sem capacidade de liderar uma grande oposição ao grupo que se instalou há praticamente 30 anos no poder em Curitiba.
Sem sombra de dúvidas, a violência com que integrantes da chapa que defende a candidatura própria à prefeitura se manifestam só beneficia àqueles que querem atacar o PT e não contribui para fortalecer um projeto maior que é o que nos levou, com passos seguros e com muito discernimento, a virar a página da história depois de mais de 500 anos de exploração e a governar este país. Também queremos e sonhamos muito com a candidatura própria à prefeitura de Curitiba, mas sabemos que, hoje, isso não é possível e que o mais viável é somarmos forças com os partidos aliados e comprometidos com as políticas e ações programáticas do governo federal. Desde o governo Lula, até o presente governo da companheira Dilma.
Temos de estar atentos à conjuntura para, com muita seriedade, maturidade política e pé no chão, darmos passos seguros em direção a uma nova Curitiba, inclusiva, participativa, democrática e socialmente justa. Nosso compromisso maior é com a população desta cidade que tanto tem esperanças de um futuro promissor. É por isso que lamentamos os acontecimentos recentes e empunhamos a bandeira da unificação partidária em torno de uma aliança sólida e vitoriosa para governar a cidade de Curitiba.

Saudações petistas.

Curitiba-PR, 4 de abril de 2012

Assinam:

Jairo Graminho de Oliveira – Fundador do PT (Portão)
Eliton Henrique Torno (Boa Vista)
Ezequiel Westphal (Portão)
Ézio Alves Faganello (Boa Vista)
José Bento Strassacapa (Santa Felicidade)
Juliana Escher (Matriz)
Luciano Márcio de Andrade – UFPR (Cajuru)
Marlene Lucinda de Castro (Portão)
Mário Luiz de Mello (Portão)
Paulo Henrique Vida Vieira (Matriz)
Regina Zanchi (Matriz)
Silvana Glaser Boabaid (Matriz)


Foto: Joel Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário