segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Muamar Kadafi pode estar vivo



A mídia ocidental está calada diante da nova fotografia de Muamar Kadafi divulgada nos meios de comunicação da Resistência Líbia. A foto mostra um Kadafi envelhecido, porém forte, que estaria coordenando ações da resistência em diversas cidades líbias na luta pela libertação do país.
Semanas antes do final da guerra de ocupação da Líbia, o porta-voz do governo da Jamahiriya Líbia, Musa Ibrahim, assegurou que "Kadafi estava em um lugar seguro, onde ninguém poderia pegá-lo."


Para esclarecer qualquer dúvida sobre a morte de Kadafi, o governo fantoche da Líbia (dominado pelas potências colonialistas) enviou material genético para o Laboratório de DNA de Sarajevo (ICMP) através de um relatório totalmente confidencial. O resultado chegou na semana passada e está sendo mantido em sigilo absoluto. O relatório final de análise de DNA do coronel Muamar Kadafi" revela que não corresponde com o DNA de seu filho Mutassim Kadafi - diz o ICMP de Sarajevo, o maior centro do mundo para análise de DNA.
Uma vez que o DNA do corpo apresentado como o de Muamar Kadafi não corresponde ao do corpo apresentado pela imprensa ocidental, a única resposta possível é de que o corpo martirizado pelos mercenários em Sirte seria de um sósia de Kadafi.
Para complicar ainda mais a versão oficial do martírio de Kadafi, a Resistência Líbia apresentou uma fotografia que segundo eles seria recente, do líder internacionalista, para alegria de todos os combatentes que lutam para expulsar do território líbio os mercenários e militares estrangeiros que invadiram o país para roubar petróleo.

Para maiores informações sobre a luta da Resistência Líbia visite o site www.mathaba.net



Nenhum comentário:

Postar um comentário