quarta-feira, 6 de março de 2013

Copel vai investir R$ 377 milhões em Curitiba e Região Metropolitana




A Copel vai investir R$ 377 milhões em empreendimentos de grande porte para o sistema elétrico de Curitiba e Região Metropolitana nos próximos dois anos. O valor engloba a modernização e instalação de novas subestações de energia e a construção de novas linhas de transmissão. “São obras importantes, que vão beneficiar a região mais populosa do Estado”, diz o governador Beto Richa.

“Com estas obras, a Copel pretende reforçar a qualidade e continuidade do fornecimento de energia aos municípios da região”, afirma o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer. “Elas também garantem maior flexibilidade operacional para a rápida normalização do fornecimento em situações de emergência", conclui.

Distribuição

Apenas em obras de distribuição de energia, serão investidos R$ 239 milhões, valor 15% maior que o aplicado no biênio 2011-2012. Entre as principais obras, destacam-se novas subestações em Curitiba – nos bairros Hauer, Água Verde, Jardim das Américas, Bom Retiro e Sítio Cercado, além da renovação das subestações Capanema e Centro – e em Fazenda Rio Grande, Almirante Tamandaré e São José dos Pinhais, na RMC.

Na subestação Afonso Pena, de 69 kV, em São José dos Pinhais, estão sendo investidos R$ 19 milhões. Com previsão para entrar em funcionamento ainda neste semestre, a nova unidade atenderá o crescimento da demanda naquele município, beneficiando diretamente 21 mil consumidores além de grandes clientes, como o Aeroporto Afonso Pena.

No biênio 2011-2012, a Copel investiu R$ 208 milhões em obras estratégicas para a distribuição, dentre as quais se destacam a subestação Bairro Alto, na região norte de Curitiba, e linhas de distribuição na região de São José dos Pinhais.

No total, entre 2011 e 2014, a distribuição de energia terá recebido R$ 448 milhões em grandes obras, sendo 26 delas referentes à ampliação ou construção de novas subestações e outras 15 a novas linhas de transmissão em tensão de até 138 kV.

Transmissão


Os empreendimentos para incrementar a capacidade de transmissão de energia em 2013 e 2014 somam R$ 138, 4 milhões em investimentos. Mais de 64% deste valor, R$ 88,8 milhões, serão destinados pela Copel à Subestação Curitiba Leste e aos 28 quilômetros da linha de transmissão em 525 kV que vai conectar esta unidade à Subestação Curitiba. A obra será em parceria com a Eletrosul.

A Companhia também investirá R$ 24,5 milhões na construção da Subestação Santa Quitéria, obra executada em sociedade com a Elecnor. Os R$ 25 milhões restantes serão investidos na instalação, ampliação e modernização de empreendimentos de transmissão em 230 kV em Curitiba, obras estratégicas para aumentar a potência de transformação e escoamento de energia para toda a RMC.

A Copel também construirá três novas linhas de transmissão de 69kV que reforçarão ainda mais o sistema elétrico na RMC: entre São José dos Pinhais e Piraquara; entre São José dos Pinhais e a subestação Guatupê; e entre Guatupê e Pinhais.

Um comentário:

  1. BOM DIA MEU NOME É ÉVERTON,SOU ENCARREGADO DE LINHA DE TRANSMISSÃO E GOSTARIA DE ENTRAR EM CONTATO COM O ESCRITÓRIO DA ELECNOR,AQUI EM CURITIBA PÓS EU GOSTARIA DE PODER TRABALHAR NA REGIÃO,SE PUDER ME EM FORMAR O NÚMERO OU ENDEREÇO FICO MUITO AGRA DESCIDO: obrigado

    ResponderExcluir