sexta-feira, 23 de agosto de 2013

POLICIAIS FEDERAIS IRÃO PARAR POR 48 HORAS NO PARANÁ POR REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA



Os policiais federais que atuam no estado do Paraná, incluindo as delegacias do interior do Estado, irão paralisar suas atividades por 48 horas a partir de segunda-feira, 26 de agosto. A categoria pede reestruturação da carreira com regras e atribuições claras, eficientes e que privilegiem o mérito dentro do órgão, além do fim do assédio moral na PF e uma gestão democrática e profissional da instituição.
A paralisação no Paraná acompanha as paralisações nacionais que se iniciaram na semana próxima passada, regidas pela FENAPEF – Federação Nacional dos Policiais Federais, em busca da reestruturação da carreira policial federal. Entre outras reivindicações, estão o reconhecimento das atribuições de nível superior, fim do assédio moral, igualdade de oportunidades dentro do órgão, leis que garantam a gestão meritocrática na PF, soluções que resolvam a degradação da instituição e que evitem o êxodo de policiais para outras carreiras que apresentam
melhores condições de trabalho e possibilidade de futuro profissional mais promissor que na PF.
A sociedade brasileira clama por uma atuação contundente contra a corrupção e o crime organizado, o que contrasta com o subaproveitamento dos policiais, a desmotivação dos policiais que atuam na linha de frente contra o crime
(recentemente demonstrada em pesquisa interna), o assédio moral e a gestão ineficiente e amadora do órgão, além de privilégios arcaicos à classe dirigente.
É inadmissível a situação em que a PF se encontra hoje à mercê de uma gestão sem compromisso com a Instituição e que tem levado o órgão a uma ineficiência generalizada, além da forma antidemocrática com que os Recursos Humanos da instituição, leiam-se, seus policiais e servidores administrativos, são tratados.
A Polícia Federal está doente, a quem interessa uma Polícia Federal inoperante?
A concentração se dará na Superintendência da Polícia Federal a partir da 09 horas do dia 26/08/2013 e uma manifestação pública será levada a efeito no dia 27/08/2013 em frente à ALEP. Por orientação da FENAPEF, novas paralisações, atos e protestos devem ocorrer nos próximos dias tanto no Paraná quanto em outros estados para que a sociedade e o governo sensibilizem-se com a situação dos policiais federais e com suas reivindicações.

Fernando A. Vicentine
Presidente do SINPEF-PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário