domingo, 25 de agosto de 2013

“Requião não conseguirá ser candidato pelo PMDB”, decreta Pessuti



Secretário-geral do PMDB, Orlando Pessuti, anuncia veto à candidatura de Requião ao governo do Paraná; neste sábado, o senador confirmou ao blog que recebeu convites para deixar o partido; paralelamente, o próprio Pessuti também estuda cenários fora do velho MDB de guerra; a pergunta é: sobrará alguém para apagar as luzes na legenda?

O ex-governador do Paraná, Orlando Pessuti, secretário-geral do PMDB no estado, ao saber que seu desafeto político, senador Roberto Requião, cogita deixar a sigla para disputar o Palácio Iguaçu, foi categórico em mensagem enviada a este blog: “Requião não conseguirá ser candidato pelo PMDB”, decretou.
Segundo Pessuti, “quem com ferro fere com fere será ferido”.
“O Requião já percebeu que não conseguirá ser candidato pelo PMDB. Do mesmo jeito que ele impediu diversos companheiros de disputar eleições majoritárias agora é ele que será impedido de disputar pelo PMDB. Já o retiramos do comando estadual do partido, agora estamos tirando do comando do partido em Curitiba. E no ano que vem, se ele ficar no PMDB, vamos impedir, como ele já fez com outros, que ele saia candidato”, adiantou o secretário-geral peemedebista.
Orlando Pessuti dá mais um recado a Requião: “Outra coisa que escuto sempre é que os deputados não querem dar legenda para o filho dele [Maurício Requião] ser deputado estadual”.
Neste sábado (24), Roberto Requião confirmou a este blogueiro que está com um pé fora do PMDB. Entretanto, ele não quis revelar em qual partido pretende se filiar para disputar o governo do estado. O senador tem até 5 de outubro para deixar o barco peemedebista, isto é, se realmente deseja concorrer com o governador Beto Richa (PSDB) em 2014.
No intrincado jogo de xadrez interno, o próprio Pessuti também não descarta abandonar o barco peemedebista. O ex-governador sonda cenários para uma possível troca de partido depois de 35 anos na mesma agremiação.
A pergunta que fica é: sobrará alguém para apagar a luz no PMDB do Paraná?

Fonte: Blog do Esmael

Nenhum comentário:

Postar um comentário