terça-feira, 28 de janeiro de 2014

PPS vai denunciar futuro Ministro na Saúde



O PPS já está com ação preparada para questionar a virtual nomeação de Arthur Chiro, pela presidente Dilma Rousseff (PT), no Ministério da Saúde. O PPS vai apresentar denúncia na Comissão de Ética da Presidência, anunciou o líder do partido na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR). “Nunca antes na história deste país um ministro terá sido denunciado em tão pouco tempo após sua posse”, disse Bueno.

"Chioro prepara uma fraude para burlar a caracterização de conflito de interesses, que fere o código de conduta da alta administração federal”, disse Bueno. O deputado se refere à transferência das cotas de Chioro - que atualmente é secretário de Saúde de São Bernardo do Campo (SP) - na empresa de consultoria Consaúde à mulher dele, Roseli Regis dos Reis. “É evidente que o secretário continua parte interessada na empresa, e essa transferência só é admissível no conceito torto de ética petista”, disse o líder do PPS. Para ele, a posição de Chioro - de dono de 99% da Consaúde – “era tão incompatível com seu cargo na prefeitura que ele tomou a decisão de transferir as cotas porque a legislação federal proíbe que agentes públicos se mantenham à frente de empresas privadas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário