quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

PDT pode lançar candidato ao Governo do Paraná, de Mac Donald para Mac Donald


Karlos Kohlbach

Desde que ameaçou lançar Paulo Mac Donald Ghisi como pré-candidato ao governo, o PDT do Paraná está elaborando uma tese de defesa para explicar os processos e condenações envolvendo o ex-prefeito de Foz do Iguaçu. Um dos principais entusiastas da candidatura é o irmão, Ricardo Mac Donald, braço direito e secretário municipal de Governo do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Na defesa que será apresentada para lançar o nome de Mac Donald, o PDT vai argumentar que o ex-prefeito sofre de perseguição política, apesar das denúncias oferecidas pelo Ministério Público e decisões judiciais. Contra ele, pesam denúncias de desvio de dinheiro, improbidade administrativa, fraude em licitação e até mesmo condenação a dois anos de prisão em razão de prorrogação ilegal de contrato que firmou com empresas de transporte coletivo do município de Foz.

Na semana passada, o Tribunal de Contas reprovou as contas do ex-prefeito relativas ao exercício de 2011 por constatar irregularidades na aplicação de recursos públicos. O histórico judicial pode tornar Mac Donald inelegível antes mesmo do PDT lançar oficialmente o ex-prefeito na eleição de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário